Rússia testa em humanos duas vacinas contra o coronavírus

A Rússia começou nesta quarta-feira os testes clínicos humanos de seus dois primeiros protótipos de vacinas contra o coronavírus, em dois grupos de 38 voluntários cada.

“O teste clínico das vacinas contra a COVID-19 começou em 17 de junho”, anunciou o ministério russo da Saúde.

O ministério explica em um comunicado que autorizou os testes realizados por um de seus institutos, o Centro de Pesquisas Epidemiológicas e de Microbiologia Nikolai Gamaleia.

Um dos protótipos é apresentado na forma “líquida” e o outro na forma “liofilizada” (um processo de desidratação), acrescentou o ministério, sem divulgar mais detalhes sobre a natureza ou a composição das vacinas.

Após a vacinação, os 76 voluntários serão colocados em isolamento durante 28 dias e seu estado de saúde será controlado. Além disso, passarão por testes de avaliação da imunidade e dos possíveis efeitos colaterais.

A Rússia registra até o momento mais de 500.000 contágios e quase 7.500 mortes provocadas por COVID-19.

© Agence France-Presse

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar