Piracicaba confirma 1ª morte provocada pelo novo coronavírus

Publicidade

A Prefeitura de Piracicaba (SP) confirmou na noite desta sexta-feira (10) a primeira morte provocada pelo novo coronavírus. Trata-se de um homem de 77 anos que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular desde o dia 20 de março. O governo municipal não informou se o idoso tinha comorbidades.

Publicidade

Segundo o site G1, até a manhã deste sábado (11), o município registra 25 casos confirmados da Covid-19, 142 casos suspeitos estão em investigação aguardando resultados de exames e 106 registros já foram descartados, informou a prefeitura.

O secretário municipal da Saúde, Dr. Pedro Mello, reforçou nas redes sociais da prefeitura a importância do isolamento social.

“Infelizmente, a população ainda não entendeu que estamos diante de uma pandemia, com uma doença extremamente grave, que vem tirando a vida de muitas pessoas no mundo todo. […] A recomendação de isolamento social é fundamental porque o vírus se propaga pelas pessoas. Mais uma vez, recomendamos a todos, principalmente aos idosos, que nesse momento a melhor conduta é ficar em quarentena, dentro de suas residências”, diz o texto.

Além de Piracicaba, Nova Odessa (SP) também contabiliza um óbito de paciente infectado pelo coronavírus na região. A confirmação da morte foi no último sábado (4) e se trata de um comerciante de 52 anos que tinha diabetes e doença pulmonar.

Botão Voltar ao topo
Fechar