Saúde

Continua o alerta de risco de transmissão de Febre Maculosa em Capivari

Pode-se dizer que pelo menos este ano, até o momento Capivari está livre da Febre Maculosa. A doença, transmitida pelo Carrapato Estrela teve apenas um caso suspeito e não foi confirmado. Áreas de mato alto e pasto, são locais preferidos de animais como cavalos e capivaras que são hospedeiros muito comuns dos carrapatos se a pessoa tiver contato com locais como esse, e for picada por um carrapato adulto provavelmente ela vai sentir, e vai tirar do corpo, o problema são as nínfas o primeiro estágio dos carrapatos, que são praticamente imperceptíveis, e pior, estão em alta justamente nesta época. Esse período de intensidade das nínfas vai até outubro, segundo os veterinários estes meses são de cuidado redobrado . Uma vez que você é infectado, infestado por esse animal você não consegue sentir a picada ou mesmo visualizar esse animal, então ele fica ali sugando seu sangue durante uma semana, até mais, até você sentir e aí, é um período tranquilo o suficiente para ele transmitir a bactéria para a gente.

Para manter a população informada sobre as áreas de risco do carrapato estrela, transmissor da Febre Maculosa, a Prefeitura de Capivari, por meio da Secretaria da Saúde, instalou oito placas em pontos estratégicos da cidade. Os locais foram definidos por meio de um estudo da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) que identificou a contaminação em capivaras, animais hospedeiros, que vivem nestas regiões. Portanto, as notificações foram instaladas próximo ao Córrego Água Choca, Ponte do Santoro, Rua Paraná, Rua João Moreto, Morada do Sol, próximo ao Ginásio de Esportes Ronaldão.

Além de solicitar a atenção com a área de risco, a placa informa sobre os sintomas da doença e a necessidade de se procurar atendimento médico e informar ao profissional se passou por estas áreas.

A Vigilância Epidemiológica informou que, neste ano, houve somente uma notificação para a doença, cujo resultado foi negativo. Entretanto, Apesar de não ter casos confirmados, a placa de alerta é uma forma de prevenção e informação para o cuidado da população.

A prevenção da febre maculosa para a população pode ser feita da seguinte forma:

– Utilizar calças, camisolas de manga comprida e sapatos, especialmente quando é necessário estar em locais com grama alta;
– Usar repelentes de insetos, renovando a cada duas horas ou conforme a necessidade;
– Limpar os arbustos e manter o jardim sem folhas no gramado;
– Verificar todos os dias a presença de carrapatos no corpo ou nos animais domésticos;
– Manter os animais domésticos, como cães e gatos, desinfectados contra pulgas e carrapatos.

No caso de se identificar um carrapato na pele é recomendado ir ao pronto-socorro ou a um posto de saúde para retirá-lo de forma adequada e evitar o surgimento de febre maculosa. Importante relatar ao profissional de saúde (auxiliar enfermagem, enfermeiro ou médico), que foi picado por carrapatos. Esta informação pode facilitar o rápido diagnóstico para a doença, inclusive a utilização de medicação adequada enquanto aguarda-se o resultado do exame.

 

Mais informações na Vigilância Sanitária na Rua João Marchioretto, 78, no Jardim São Marcos, ou pelo telefone 3492-1606.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo