Rafard

CDHU entregou 76 casas para famílias de Rafard

A Secretaria Estadual da Habitação, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), entregou, nesta terça-feira (20/08), as 76 primeiras moradias do Conjunto Habitacional Lurdes Abel Ribeiro Guimarães para famílias de Rafard, na região administrativa de Campinas. O secretário estadual da Habitação, Flavio Amary, estava presente na cerimônia.


“A gente sente esse carinho, esse momento especial que cada um de vocês está passando e eu também estou vivendo junto com vocês, nesse dia de festa. Estamos recebendo todo o incentivo do governo estadual para a área habitacional. Temos que atender a população que mais precisa. Vamos trabalhar muito para conseguir fazer o maior número de casas no Estado de São Paulo”, disse Flavio Amary.


O Governo do Estado está investindo R$ 19,2 milhões no empreendimento, que contará com 146 casas no total. As 70 unidades restantes estão em construção. Os imóveis têm 56,67 m², com dois dormitórios, sala, banheiro, cozinha, área de circulação e de serviço. As moradias incorporam melhorias estabelecidas como padrão de qualidade pela CDHU, como piso cerâmico, rodapé e laje em todos os cômodos, azulejos no banheiro e cozinha, estrutura metálica no telhado, esquadrias de alumínio, aquecimento de água do chuveiro através do aquecedor solar.


O conjunto, localizado na Rua Eugênio Tezotto, s/nº, Bairro Popular, possui redes de água, de esgoto e elétrica, drenagem, passeio público, pavimentação, muretas de divisa entre as casas, muros de arrimo e paisagismo.


Moradores há 15 anos de um sítio onde trabalham, Simone de Carvalho, de 32 anos, e Claudeci Alves de Freitas, 36, foram um dos primeiros casais a pegarem as chaves da casa própria. “A gente vive no lugar onde a gente trabalha com as nossas filhas, de 12 e 5 anos. Lá não é ruim, mas a gente mora de favor. Aqui nós vamos pagar R$ 395 de prestação, cabe no nosso orçamento e estamos felizes de pagar pela nossa casa própria”, disse Simone, que tem a ideia de deixar a casa para as filhas no futuro.


As famílias beneficiadas terão prazo de até 300 meses para quitar o financiamento habitacional. As prestações são subsidiadas pelo Governo do Estado e calculadas de acordo com a renda familiar. Quem ganha até três salários mínimos vai desembolsar 15% dos rendimentos. Em Rafard, 56% das famílias que vão receberam as chaves dos imóveis estão nessa faixa. O valor da menor prestação é de R$ 149,70.


Trabalho em Rafard – Na cidade de Rafard, já foram entregues, contabilizando as 76 unidades desta terça-feira, 196 moradias, além de uma carta de crédito para famílias da cidade adquirirem seu imóvel no mercado paulista.


O programa de regularização fundiária Cidade Legal, da Pasta, responsável pela entrega de títulos de propriedade em bairros de interesse social até então irregulares, tem três núcleos inscritos na cidade, com 189 imóveis pleiteando regularização.


Trabalho na região – Na região de Campinas, foram 104.176 unidades entregues e estão em obras mais 2.363 moradias. Essas unidades em construção na região representam R$ 155,1 milhões em investimentos pelos dois braços operacionais da Secretaria de Estado da Habitação – CDHU e

Agência Casa Paulista


O programa Cidade Legal atende 73 municípios na região de Campinas. São 1.545 bairros na região pleiteando regularização. Atualmente estão sendo regularizados 189.630 imóveis destes bairros. Quando todas essas moradias estiverem regulares, mais de 758 mil pessoas serão beneficiadas com o recebimento dos títulos de propriedade.

Botão Voltar ao topo
Fechar