Política

Justiça suspende nomeação de Bolsonaro para presidência da Fundação Palmares

source
Sérgio Camargo arrow-options
Reprodução

Sérgio Camargo já disse que existe “racismo nutella” no Brasil

O juiz Emanuel José Matias Guerra, da 18ª Vara Federal do Ceará, acatou uma ação civil que pede a suspensão da nomeação de Sérgio Carmargo feita por Jair Bolsonaro para a presidência da Fundação Palmares . Em suas redes sociais, Camargo já disse que o Brasil tem “racismo nutella” e que “racismo real existe” nos EUA.

“Em face do todo o exposto acolho, em juízo de cognição sumária, típica à espécie, os argumentos trazidos pela parte autora, razão pela qual suspendo os efeitos do Ato 2.377, de 27 de novembro de 2019, da lavra do Ministro-Chefe da Casa Civil tornando sem efeito a nomeação do senhor Sérgio Nascimento de Camargo para o cargo de Presidente da Fundação Cultural Palmares”, escreveu o magistrado.

Leia também: Procurador do Pará é afastado após declarações racistas contra índios e negros

Em seu perfil no Facebook, o indicado por Bolsonaro se define como “negro de direita, contrário ao vitimismo e ao politicamente correto”.

Botão Voltar ao topo
Fechar