Política

Alesp vai contratar agência por R$ 30 milhões para fazer propaganda de TV

source
Plenário da Alesp arrow-options
Divulgação/Alesp

Agência contratada fará propaganda institucional em veículos de comunicação

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) quer contratar uma agência de propaganda por R$ 30 milhões para fazer a divulgação institucional das atividades parlamentares da Casa em veículos de comunicação. Aberta há uma semana, a licitação é inédita e todo o processo de contratação deve terminar em fevereiro de 2020, segundo informações do jornal O Estado de São Paulo . A Alesp tem um canal oficial de TV, site próprio e páginas ativas em redes sociais.

De acordo com as regras do edital da licitação, o contrato seria firmado com validade de 15 meses e o recursos viriam da própria Alesp, que tem receitas próprias por meio de aluguel de espaços físicos. A empresa contratada também seria a que apresentasse melhor qualidade e não o melhor preço.

Leia também: Janaina Paschoal bate boca com líder do PSL na Alesp: ‘Pau mandado do PT’

A Alesp já tem um contrato com a Fundação para Desenvolvimento das Artes e Comunicação (Fundac) para a área de comunicação social. Esse contrato — que custou R$ 14,6 milhões, foi assinado em novembro de 2018 e tem vigência até 2022 — é o que mantém em operação a TV Alesp.

A licitação dividiu os parlamentares da Casa. Deputados que estão em primeiro mandato e são contra a contratação tentam mobilizar aliados e falam sobre o tema em suas próprias redes sociais, classificando-a como “absurda”. Eles tentam suspender a proposta, que não depende da aprovação em plenário.

Leia também: Homenagem a Pinochet solicitada pelo PSL é cancelada na Alesp

A Mesa Diretora da Casa, no entanto, afirma ser importante ampliar os canais de comunicação da Assembleia com a população para, por exemplo, divulgar a realização de audiências públicas e aumentar a participação popular no cotidiano da atividade legislativa.

Botão Voltar ao topo
Fechar