Política

Dia do Capelão é celebrado na Assembleia Legislativa

Capelão é um ministro religioso autorizado a prestar assistência e a realizar cultos em comunidades religiosas, universidades, hospitais, presídios, corporações militares e outras organizações. “Depois que houve a oficialização da Lei 13.377/2002, nós temos percebido que em São Paulo e no Brasil um interesse ainda maior das pessoas em servir, seja nos hospitais, nos presídios, nas escolas ou na cracolândia. Nesta data, todos os anos, temos a oportunidade de lembrar e honrar esse capelão que serve as pessoas, além de encorajar pessoas solidárias”, declarou Micmás Pereira, presidente do Centro de Capelania Geral.

“Devemos ressaltar a importância de um sacerdote, uma função que não tem remuneração. São pessoas que se doam para praticar o amor. 18 anos, parece que foi ontem, mas já vejo o crescimento e fico muito feliz que esta Casa hoje esteja aberta para vocês”, declarou o deputado Tenente Nascimento (PSL), na abertura do evento.

No decorrer da solenidade houve a formatura do grupo de capelães que receberam formação para servir dentro da Polícia Civil de São Paulo. “Esse trabalho acaba dando uma humanização maior para o policial e o curso que foi ministrado nos abriu a visão para o fato de que muitas pessoas na rua ou mesmo dentro da nossa instituição não têm essa proximidade espiritual com Deus. É um trabalho de urgência”, avisou Marcos Nascimento, um dos formandos em Capelania da noite.

Renata Alves foi outra a receber o certificado para o trabalho dentro da corporação. “Ser mulher e ser policial é bem difícil. O propósito é um só, que é servir a Jesus Cristo de uma maneira só e como mulher é auxiliar, com coração disposto a ajudar”, finalizou.

Botão Voltar ao topo
Fechar