Mundo

Coronavírus: mulher japonesa dá positivo pela segunda vez

Uma mulher que trabalha como guia de ônibus de turismo no Japão testou positivo para coronavírus pela segunda vez, no que as autoridades dizem ser o primeiro caso desse tipo.A notícia foi publicada pelo The Guardian.

A mulher, de 40 anos e moradora de Osaka, no oeste do Japão, deu positivo na quarta-feira, depois de desenvolver dores de garganta e no peito, informou o governo da prefeitura. Seu primeiro teste foi positivo em 29 de janeiro e recebeu alta do hospital após se recuperar em 1 de fevereiro, antes de ser negativo em 6 de fevereiro.

O Ministério da Saúde confirmou que o caso foi o primeiro no Japão, onde um paciente apresentou resultado positivo para coronavírus pela segunda vez depois de receber alta do hospital, disseram a mídia japonesa.

Embora seja o primeiro no Japão, foram relatados casos de segundos testes positivos na China. O surto se espalhou rápida e amplamente, infectando cerca de 80.000 pessoas em todo o mundo e matando quase 2.800, a grande maioria na China continental.

“Uma vez que você tenha a infecção, ela pode permanecer inativa e com sintomas mínimos, e então você pode obter uma exacerbação se encontrar o caminho para os pulmões”, disse o professor Philip Tierno, da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova York.

Ele disse que muita coisa permanece desconhecida sobre o vírus: “Não tenho certeza de que isso não seja bifásico, “, disse ele, o que significa que a doença pode parecer desaparecer antes de voltar a ocorrer.

O segundo teste positivo da mulher ocorreu quando o número de casos confirmados no Japão aumentou de 16 para 186, além dos 704 diagnosticados no navio de cruzeiro Diamond Princess. Tóquio pediu que grandes encontros e eventos esportivos sejam descartados ou reduzidos por duas semanas para conter o vírus, enquanto prometer que os Jogos Olímpicos de 2020 ainda serão realizados.

O Japão mudou sua estratégia, buscando retardar sua propagação e minimizar o número de mortes, inclusive fechando escolas nas áreas afetadas.

Botão Voltar ao topo
Fechar