BrasilNotícias

Idoso é preso suspeito de manter prostituição de adolescentes no interior de SP

Um comerciante de 70 anos foi preso suspeito de manter prostituição de quatro adolescentes em um pensionato, na quinta-feira (9), em Jundiaí (SP).

Segundo o boletim de ocorrência, ele e um cabeleireiro, de 37 anos, foram apontados como os responsáveis pelo local. Policiais foram até o pensionato e encontraram três meninas e um menino, entre 12 e 17 anos.

No local, segundo o registro, havia vários preservativos novos e usados, além de um objeto inalador utilizado para fazer uso de drogas.

Ao ser questionado pela polícia, o comerciante informou que tinha conhecimento de que o local era usado para prostituição e que também sabia que os jovens faziam uso de drogas em sua hospedaria. O cabeleireiro também foi apontado como suspeito de praticar prostituição e foi detido.

As vítimas foram levadas para a delegacia, onde afirmaram à polícia que o comerciante e responsável pelo local oferecia dinheiro em troca de ‘favores sexuais’. Segundos os menores, o homem teria estuprado um deles há seis anos e o viciado em drogas.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o idoso foi indiciado por favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de crianças ou adolescentes, manutenção de casa de exploração sexual e corrupção de menores. Já o outro suspeito foi liberado.

Dois dos menores foram liberados após contato da polícia com os responsáveis. A avó dos outros dois jovens se negou a comparecer à delegacia para buscá-los e eles serão enviados para o Conselho Tutelar de Jundiaí.

Do G1

Botão Voltar ao topo
Fechar