Economia

Mesmo fora da lista de inadimplentes, 35% dos consumidores pagam dívida: entenda

source
mesa de negociação arrow-options
shutterstock

Executiva de empresa de cobrança avalia que brasileiro preza ter o nome limpo

Para o brasileiro, a frase “tudo que temos é o nosso nome ” ainda faz muito sentido na observação da head de cobranças da empresa de recuperação de crédito Recovery, Marcela Martins Gaiato.

Bancos iniciam semana de renegociação de dívidas com descontos no dia 2

Segundo dados da Recovery, de janeiro a outubro de 2019, entre os inadimplentes que viram a dívida prescrever depois de cinco anos , pelo menos um em cada três  (35%) fizeram um acordo com a empresa e pagaram o débito.

Marcela Gaiato arrow-options
Recovery/Divulgação

Executiva da Recovery, Marcela Gaiato aponta desejo do brasileiro de limpar o nome das dívidas

Para a executiva, a “honra” e o desejo “de não ficar devendo e dormir com a consciência tranquila ” moveu boa parte desses clientes. Ela se baseia na carteira administra pela Recovery, que hoje é responsável pela cobrança de 35% de todas as dívidas com atraso de mais de 90 dias no País.

“São pessoas que a dívida já ultrapassou cinco anos. Depois desse prazo, o nome não pode mais constar nas listas de proteção de crédito e nem cobrada na Justiça” , explica Marcela.

“Mesmo assim, mais de 30% delas negocia com a Recovery para não ficar devendo”, acrescenta. Ela salienta que a dívida não deixa de existir depois de cinco anos, mas o consumidor pode voltar a ter crédito, já que deixa de constar nas listas de “negativados”.

Febraban leva cinco maiores bancos do Brasil para mutirão do Banco Central

 Nos 12 meses de 2018, a porcentagem de consumidores com dívidas prescritas que fecharam um acordo com a empresa chegou a 38%.

“Até o fim de 2019 devemos repetir ou até melhorar o resultado do ano passado porque nos dois últimos meses temos um aumento no fechamento de negociações . Isso acontece por causa do décimo terceiro e outros valores recebidos no fim do ano”, explica Marcela.

Entre as pessoas inadimplentes há menos de cinco anos , 43% negociaram suas dívidas com a empresa em 2018. Nos dez primeiros meses de 2019, a porcentagem foi de 34%.

A Recovery administra uma montante de R$ 80 bilhões em dívidas de cerca de 25 milhões de consumidores no Brasil.

Feirão tem negociação recorde

No último Feirão Limpa Nome do Serasa Experian o desejo de “limpar o nome” também foi comprovado. Realizado na primeira quinzena de novembro, em duas semanas foram realizados mais de 1 milhão de negociações .

Natal sem dívidas: feirão on-line começa amanhã em 11 capitais

O número representa a quebra de um recorde e crescimento de cerca de 259% nos acordos fechados em relação ao evento anterior realizado em março de 2019.  

Segundo a Serasa, as negociações geraram mais de R$ 2 bilhões em descontos para os consumidores. A Recovery é uma das 25 empresas que participaram do evento da Serasa. 

No  site da Serasa ou pelo seu aplicativo, o feirão continua até o primeiro dia de dezembro.

Botão Voltar ao topo
Fechar