Capivari

Rio Capivari atinge 1,88m e pode transbordar

A Prefeitura de Capivari informou por nota, na noite desta terça-feira,14, que com a chegada das águas oriundas das cidades de Campinas e Monte Mor, houve um aumento do risco de extravasamento das águas do Rio Capivari. Em aferição realizada às 20h03 o nível do rio marcou na régua 1.88m.

Publicidade

Em ação preventiva pela Defesa Civil, oito famílias moradoras em áreas que podem ser afetadas caso ocorra o transbordo do rio foram levadas para abrigo temporário fornecido pela Prefeitura, a EICAP Prof. Aldo Silveira, com seus pertences em caminhão fornecido pela gestão municipal, onde receberão as refeições e o necessário até que voltem às suas casas. Duas famílias estão desalojadas em casa de amigos.

As famílias que queiram ir para casa de parentes ou para o abrigo da Prefeitura, deverão entrar em contato pelos números da Defesa Civil são 199 e (19) 3492-3186. A Guarda Civil também fica disponível para orientações e procedimentos em caso de alagamentos e o telefone para contato com a GC é 153 e (19) 3491-1311. O Corpo de Bombeiros atende pelo 193.

➖ PONTOS DE ALAGAMENTO
No momento, temos 5 pontos de alagamento: 3 no bairro Santa Rita de Cássia e 1 no Cancian. A rua Tiradentes apresenta ponto de alagamento ao final da rua; ruas Bruno Rocco, João Nicolucci, Osmar Galvão e Av. Benedito M. Camargo.
O transbordamento do rio pode ocorrer ao atingir 2m. A situação do município é de Estado de Alerta e o monitoramento, por parte da Defesa Civil, é constante.

➖ ABERTURA DAS COMPORTAS
As comportas da Barragem Leopoldina estão abertas na totalidade (canal, profundidade e drenos), visando diminuir o impacto do período chuvoso. No momento, o município está em Estado de Alerta. A Defesa Civil segue fazendo o monitoramento do nível da régua e toda rede telemétrica do Rio Capivari constantemente.

➖ PLANO DE AÇÃO IMEDIATA
A Defesa Civil de Capivari realiza o PAI (Plano de Ação Imediata) para enchentes, nos meses de dezembro a março, que consiste em diretrizes para preservação de vidas e redução de danos materiais e ambientais decorrentes de possíveis alagamentos associados ao período chuvoso.

DESTACANDO: Os números telefônicos da Defesa Civil são 199 e (19) 3492-3186. A Guarda Civil também fica disponível para orientações e procedimentos em caso de alagamentos e o telefone para contato com a GC é 153 e (19) 3491-1311. O Corpo de Bombeiros atende pelo 193.

Botão Voltar ao topo
Fechar