Saúde

Exercício físico é arma poderosa no combate às dores crônicas

Bernardo Silveira, médico especialista em dor crônica da Ápice Medicina Integrada de Sorocaba (SP), fala sobre os benefícios da atividade física para quem sofre com esse mal.

O verão chegou! Esta época amada por muitos, com dias mais longos e altas temperaturas, é um período propício para a prática de exercícios físicos ao ar livre. Atividade física faz bem para todos e, para boa parte da população que sofre com dores crônicas, também é grande aliada no combate a esse desconforto.

Segundo Dr. Bernardo Silveira, médico especialista em dor crônica da Ápice Medicina Integrada de Sorocaba (SP), explica como se caracteriza esse tipo de mal. “Existe uma classificação das dores, que é feita de acordo com o tempo de sua duração. Geralmente, a dor aguda é ocasionada por lesão e dura pouco, desaparecendo quando a lesão cicatriza. Entretanto, se o incômodo permanecer por mais de três meses é considerado dor crônica, caracterizada por ser contínua, intensa e de longa duração”, explica o especialista.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que 32% da população mundial sofra com esse problema. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED), no Brasil, mais de 60 milhões de pessoas são acometidas por esse tipo de dor. “É muito comum ver pessoas reclamando de dores nas costas, nas articulações, enxaquecas, dentre outras. Algumas vezes, esses sintomas são ignorados ou automedicados, o que é um risco para a saúde”, alerta Dr. Bernardo.

Existe uma crença de que o repouso é a melhor saída para tratar qualquer doença, entretanto, o médico diz que, nos casos de dores crônicas, isso não passa de um mito. “Descansar e se recuperar têm uma função reparadora importante, mas isso não significa que não é importante se exercitar. As atividades físicas são recomendadas também para esses casos, pois são benéficas para todos os tipos de dores. As caminhadas e corridas, por exemplo, liberam endorfina, que são analgésicos naturais do organismo, além de impactarem no bem-estar do paciente, fisicamente e mentalmente”, fala o médico.

O clínico de dor da Ápice Medicina Integrada ainda ressalta que todo exercício físico deve ser indicado e acompanhado por um especialista, que vai recomendar medidas para auxiliar no tratamento. “Na maioria dos casos, a atividade física é a melhor forma de tratar, mas não a única. É necessário analisar cada caso e, a partir disto, saber qual tratamento é o mais adequado. Sejam exercícios ou medicamentos, é importante ter uma vida saudável, boa alimentação, criar uma rotina que combine esses fatores, que, além de ajudar no combate às dores, ainda previne diversas doenças. Entretanto, é importante frisar que sempre deve haver a supervisão de um médico”, finaliza Dr. Bernardo.

A Ápice Medicina Integrada fica localizada na Rua Eulália da Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba/SP. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202 ou pelo site: www.apice.med.br.

Botão Voltar ao topo
Fechar