Artigos

Massacre na Câmara em Capivari

Esta é a coluna “Tiro Curto”, sejam bem vindos, aqui tratamos de tudo o que acontece na política de Capivari, Rafard, e nos bastidores do legislativo e do executivo.

Publicidade

Massacre na Câmara!

Na última sessão da Câmara Municipal de Capivari o vereador Nelson Soares foi massacrado, inclusive por seu colega da bancada de oposição. Quis fazer demagogia com o reajuste no valor da água e tomou tiro de todos os lados.

Tirando da reta.Tem culpa eu?


Nelson alegou que um projeto votado em regime de urgência em junho deste ano seria o causador do aumento das tarifas de água e esgoto.
Votou sem saber o que estava votando? Detalhe: o projeto foi aprovado por UNANIMIDADE.

Oposição rachada?


Aí o clima esquentou! O vereador Denilton deixou claro que os vereadores jamais votaram reajuste de água e explicou que essa matéria não é apreciada pelo legislativo há anos. Finalizou mostrando toda sua indignação, ou melhor, toda sua fúria contra a fala de Nelson negando-lhe
aparte e saindo inconformado do plenário.

Quem está falando a verdade?


O vereador Bruno Barnabé apresentou em tribuna a ata da reunião do Conselho de Regulação e Controle Social de Capivari e em nenhum momento a lei aprovada foi citada como justificativa para o reajuste. Aí perguntou: quem está mentindo?

Vai falar ou não vai?


O vereador Júnior Pazianotto, também falou na tribuna e fez diversos apontamentos, inclusive que poderia dizer que Nelson seria um dos culpados por esse aumento pois ele votou pela participação de Capivari na Agência Reguladora ARES-PCJ durante o governo Campaci mas que
não falaria isso….falou ou não falou?

Bombardeio de Adjetivos


Para encerrar, o presidente Flávio Carvalho classificou a fala de Nelson como infeliz, nefasta, maligna e indigna.

Continue lendo a Coluna “Tiro Curto”, logo voltamos com mais.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar