Artigos

Mergulho, poema (Cida Gomes Bressan)

Vou me virar no avesso

Despertar o meu lado convexo

As dúvidas e os dilemas

Ser um menino travesso

 

Sorrir, contar e cantar. ..

Viver momentos felizes

Sonhos adormecidos

Amar, amar e amar. ..

Vou mergulhar no meu ego

Desviar das amarguras

Ser criança outra vez

Para fazer travessuras

Não importar com a idade

Se os anos passaram ou não

Vou despertar a vaidade

Dentro de meu coração

Mas, se eu pegar no sono?

Cansado de mergulhar?

Vou dormir, ah! Vou dormir. ..

Porém neste abandono

Quero buscar coisas lindas

Sonhar, sonhar, sonhar

E se acordar chorando?

Voltar ao meu presente?

Vou rir de tudo

Afinal é bom viver

Encontrar com meu outro lado de novo rs. ..

Tudo é bommmmm enquanto dura

Vivemos apenas momentos

De vez em quando é bom

Não se aparecer maduro!

Botão Voltar ao topo