NotíciasRegião

Veado raro é flagrado na Mata Santa Genebra em Campinas

Imagens exclusivas divulgadas nesta sexta-feira (10) por biólogos da Mata Santa Genebra, em Campinas (SP), mostram duas onças-pardas e um veado-catingueiro (Mazama guazoubira), que causou surpresa aos ambientalistas. Eles acreditavam que a espécie estava extinta há 30 anos da Mata. Já as onças são moradoras antigas do local.

A Mata é classificada como Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie). Foram usadas armadilhas fotográficas espalhadas pela floresta para registrar os flagrantes, feitos no fim do ano passado. Os biólogos analisam e divulgam as imagens por períodos, por isso só relataram agora.

Para os biólogos, a chegada da espécie de veado reforça a necessidade de melhorias das passagens de fauna e a efetiva implantação dos corredores ecológicos para o trânsito dos animais em um ambiente natural e seguro. A expansão urbana provocou a falta de habitat e alteração dos ambientes naturais.

“A princípio não temos como saber se ele permanece na Mata pois até o momento esse é o único registro, não encontramos mais nenhum vestígio, tais como pegadas, fezes ou outro registro de imagem”, diz a nota da Mata.

Os biólogos analisam, agora, as possíveis ações que serão tomadas para preservação. Entre elas, o controle de animais domésticos, em especial os cães, é uma prioridade, já que pesquisas apontam que “cães ferais (que perderam o convívio social e voltaram a um estado asselvajado) são a principal causa do desaparecimento dos veados, cotias e pacas” na Mata Santa Genebra.

“Com certeza esse animal correu muitos riscos para chegar até aqui, pois a Unidade de Conservação é cercada por duas rodovias e uma ferrovia, que representam um enorme risco de atropelamento, uma vez que as passagens de fauna existentes não são adequadas, forçando os animais a atravessarem as pistas de rolagem”, completa a nota.

G1

Botão Voltar ao topo
Fechar