NotíciasSaúde

Pesquisadores anunciam a pílula anticoncepcional masculina

imagem25-11-2019-17-11-07

A vacina é aplicada próximo à região dos testículos. (//iStock)

Pesquisadores indianos anunciaram a criação de uma vacina anticoncepcional para homens. Esse é o primeiro método de controle de natalidade masculina disponível na forma injetável. Segundo a equipe, o medicamento é aplicado na região dos testículos e pode durar até 13 anos com eficácia comprovada de 97% – um número excelente: a camisinha, um dos métodos mais utilizados na prevenção da gravidez, por exemplo, fornece proteção de 98%.

A injeção, chamada de RISUG, já passou por testes clínicos e os resultados foram enviados para Controlador Geral de Remédios Indianos, departamento governamental que funciona atua de maneira semelhante à Anvisa no Brasil. “O produto está pronto, com apenas aprovações regulatórias pendentes”, disse R.S. Sharma, do Conselho Indiano de Pesquisa Médica, ao site Hindustan Times. 

A aprovação (ou rejeição) do anticoncepcional masculino deve acontecer em até sete meses. Apesar disso, não há previsão para a comercialização do produto.

Como funciona?

O RISUG envolve a aplicação de um material sintético (polímero) no ducto deferente – tubos pelos quais são transportados os espermatozoides. Esse polímero é capaz de bloquear o esperma, impedindo a ejaculação.

O medicamento é administrado sob anestesia local e pode ser revertido a qualquer momento por meio de uma segunda injeção composta por substâncias capazes de destruir o bloqueio. O produto foi testado em cerca de 300 homens e mostrou bons resultados e poucos efeitos colaterais.

Há anos, os cientistas buscam uma forma eficiente de criar um anticoncepcional masculino, mas até agora não há nenhuma medicação disponível no mercado.

Botão Voltar ao topo
Fechar