BrasilNotícias

Funcionário público é preso usando cartão roubado de morto em necrotério

Um funcionário da Prefeitura de Alta Floresta, 800km de Cuiabá (MT), foi preso suspeito de utilizar o cartão roubado de uma pessoa morta para fazer saques bancários e empréstimos. Ele foi identificado pela Polícia Civil.

João Leite foi preso na segunda (4), mas sua apreensão foi divulgada apenas na quarta (6). O servidor estava “emprestado” à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), quando realizou o roubo se aproveitando da função.

De acordo com as investigação, João teria roubado uma vítima encaminhada ao Hospital Regional de Alta Floresta no dia 26 de julho depois de ser agredida. A pessoa morreu no dia 30 do mesmo mês após não resistir às agressões.

Como padrão, o corpo foi encaminhado à Politec, onde João cometeu o crime. Já no dia 31 de julho, funcionários da agência bancária de Paranaíta, a 849 km de Cuiabá, onde a vítima possuía conta corrente, perceberam uma movimentação estranha.

À época, segundo o Yahoo Notícias, foram registrados um empréstimo pessoal de R$ 5,2 mil e saques no valor de R$ 2,5 mil. Todas as transações foram realizadas através de caixas eletrônicos da agência de Alta Floresta.

O delegado Pablo Carneiro afirma que o suspeito aproveitou sua condição de servidor público para roubar o cartão bancário da vítima quando o corpo foi encaminhado a Politec para o exame de necrópsia.

O servidor foi conduzido a Delegacia de Alta Floresta, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante por posse ilegal de munições. O delegado arbitrou fiança no valor de R$ 1 mil e o suspeito responderá em liberdade pelos inquéritos pelo de posse ilegal, estelionato e peculato.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo