Notícias

Vereadores de Rafard recusam entrada em plenário de PL de criação de cargos e reforma

A Câmara Municipal de Rafard realizou a 2ª SESSÃO ORDINÁRIA nesta terça, 20,no Plenário José Michelini. Após a leitura do expediente , a Presidente , vereadora Ângela Barbosa (PSL), abriu a tribuna livre. Utilizaram da palavra livre os vereadores, Mario Severino da Silva (PMDB), a Presidente da Casa, Ângela Barbosa (PSL), Alexandre Ferraz Fontolan (PSDB), Felipe Marchioreto (PSL), Alex Sandro Santos (PT) e Fabio Santos (PSD).

Mario Severino da Silva explanou que com certeza, se a administração municipal está ruim, poderá em breve, piorar, porém, Severino disse que não se pode votar a reforma administrativa municipal proposta, sem analisar corretamente.Mario falou ainda que conclama que os Poderes Municipais passem a trabalhar em conjunto.

A vereadora e presidente da Câmara , Angela Barbosa, esclareceu que o Projeto de autoria do prefeito, que trata da reforma administrativa da Prefeitura, foi enviado a Câmara em Fevereiro de 2018, com pedido para que fosse votado com urgência, porém, ela lembrou que trata-se de um projeto complexo, que não pode ser votado de ultima hora, ela disse ainda que as comissões permanentes da Câmara , encontraram várias lacunas no PL, o que podem vir a torna-lo inconstitucional futuramente, e por tanto, essas lacunas precisam ser resolvidas. Ela lembrou que, toda vez que se cria cargo ou altera salários, tem que ser feito um impacto de financeiro, para saber se o município terá dinheiro para pagar por isso, este impacto, não foi enviado, como também, não se tem um quadro comparativo de criação e extinção de cargos, por estes e outros motivos, reafirmou a vereadora, a causa de não colocar em votação o projeto. Ângela deixou claro, que não trata-se de assunto político, e sim técnico e formal.

Alexandre Fontolan endossou as palavras da Presidente da Câmara.E falou sobre melhorias urbanas, trânsito e sobre os festejos religiosos que ocorreram na cidade.

Felipe Marchioreto concordou com os colegas vereadores que o antecederam em tribuna sobre a não votação proposta de reestruturação da administrativa da Prefeitura, com as inconformidades que hoje existem. Lembrou que trata-se de um PL muito complexo, e que algumas alterações são incoerentes, como por exemplo, as atribuições de cada cargo e a falta do impacto financeiro. Marchioreto fez uma boa explicação técnica sobre os problemas do PL. Ele questionou ainda a cerca da possibilidade de se fazer um concurso público.

Alex Sandro registrou em tribuna um requerimento de sua autoria sobre um possível corte no trajeto do ônibus escolar na parte baixa do bairro popular.Também teceu duras criticas ao Prefeito Municipal pelas promessas não cumpridas e pela má gestão a frente da cidade.

Fabio Santos, lembrou que o prefeito tinha 120 dias para enviar o projeto, e enviou em cima da hora, Fabinho lembrou que o prefeito foi vereador por 20 anos, e agora, segundo parlamentar, esta com atitudes infantis e imaturas. Projeto em cima da hora sem tempo para analisar não vamos votar, afirmou ele, que, Uil com sua experiência, tinha que estar dando um baile na Prefeitura e não estar patinando para administrar. Fabio também falou sobre problemas da saúde.Cobrou uma parceria da Prefeitura de Rafard com Santa Casa de Capivari que vem arcando com os custos dos moradores de Rafard atendidos lá, sem que o prefeito de Rafard repasse recursos.

ORDEM DO DIA

Na ordem do dia, os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei Complementar nº. 03/2018 – de autoria da Mesa Diretora da Câmara, que “Dispõe sobre a extinção e criação de cargos da Lei Municipal 256/2017 que trata da Reestruturação Administrativa da Câmara Municipal de Rafard e dá outras providências.” Também ficou aprovado o Projeto de Lei nº. 01/2018 – subscrito pelo Vereador Alex Sandro Domingues Santos, que “Dá denominação ao Campo Society localizado no Centro Esportivo Reinaldo Fontolan e dá outras providências.”

Por unanimidade também foram aprovados 13 requerimentos de autoria dos vereadores, Alex Sandro Domingues Santos, Alexandre Ferraz Fontolan, Angela Maria D. Barboza, Fabio dos Santos, Felipe D. Marchioretto, Marco Antonio Brigati, Mario Severino da Silva e Wagner Antonio Bragalda.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo