Investimento: o que é e por onde começar?

  • Ivestimento: 6 dicas para quem deseja criar um novo futuro, mesmo em tempos de incerteza

É muito comum ouvir falar em oportunidades durante os tempos de crise. Os investimentos financeiros são, sem dúvida, grandes aliados diante de momentos complexos, como este que estamos vivendo.

Investimento pode significar muitas coisas. Há pessoas que entendem investimento como a compra de uma casa, onde poderão viver no futuro. Outras pessoas entendem que a compra de um carro é investimento para trabalharem melhor no futuro, e há outros que entendem investimento como a oportunidade de poupar dinheiro para o futuro. Em outras palavras, investimento é a expectativa de ganho ou resultado futuro.

Em termos financeiros, fazer um investimento é aplicar dinheiro para lucrar com ele em um determinado momento, no futuro. De forma simplificada, as diferentes modalidades de investimento disponíveis são uma maneira de multiplicar valores existentes. Assim, é possível entender que nem tudo o que se dispensa tempo e dinheiro é, realmente, um investimento.

Investimentos financeiros

Dentro do universo de investimentos, existem duas grandes categorias: renda fixa e renda variável.

A renda fixa consiste em um rendimento futuro já certo e esperado, enquanto a renda variável é aquela em que os rendimentos são conhecidos somente no momento do resgate. Para que um investimento seja bom e positivo para o investidor, é necessário que o lucro, obrigatoriamente, seja maior que os custos.

No entanto, em se tratando de período futuro, há muitas incertezas na rentabilidade dos investimentos, estando estes sujeitos a duas variáveis: risco e retorno.

Nesse sentido, quanto maior o risco, maior o retorno, e vice-versa. Por esse motivo, é muito importante buscar conhecimento antes de começar a investir.

6 dicas para começar a investir

Quer começar, hoje, a ter uma reserva financeira para o futuro? Entenda como começar a investir com essas dicas:

  1. Trace seus objetivos: guardar dinheiro para qual propósito?
  2. Separe uma quantia para investir mensalmente;
  3. Conheça seu perfil de investidor: faça um teste de suitability;
  4. Procure conhecimento sobre investimentos;
  5. Escolha uma instituição financeira e avalie as opções de investimentos;
  6. Com o resultado do seu perfil investidor, comece a investir;

De maneira geral, escolher os produtos de investimentos certos, bem como a modalidade ideal para começar a investir depende, exclusivamente, de autoconhecimento. Quanto de risco você está disposto a correr? Quais são seus objetivos ao investir? Quanto tempo você deseja esperar? Com essas questões bem esclarecidas e definidas, começar a investir será um caminho amplo para criar seu novo futuro.

Marcos Paulo Braggion

O autor desta notícia, Marcos , é jornalista, com Registro no Ministério do Trabalho nº43.092/SP, escreve e edita diversos temas, atualmente é o Diretor do site SeuJornal. Contato: [email protected]
Botão Voltar ao topo
Fechar