Indaiatuba também libera para que comércio volte a funcionar

Nesta sexta-feira (17), o governador do Estado de São Paulo, João Doria, prorrogou a quarentena até dia 10 de maio.

Mas, com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), prefeitos e governantes têm autonomia para decidir o isolamento social na cidade, em Indaiatuba, o prefeito Nilson Gaspar, optou pela retomada do comércio, mantendo regras sanitaristas para o funcionamento dos serviços.

Em seu decreto, publicado na quinta-feira (16), Nilson Gaspar visa flexibilizar o funcionamento das atividades comerciais, levando em consideração os números de casos confirmados e também a disponibilidade da rede pública e privada.

Os comércios poderão atender com ocupação no máximo de 30%, com atendimento até às 18h, já bares, lanchonetes e similares, com 50%, podendo funcionar até às 22h.

Sobre a decisão do Governo do Estado na prorrogação da quarentena, o prefeito comentou que sua decisão em reabrir o comércio na cidade será analisada dia a dia.” A decisão foi tomada com base em consulta à equipe de médicos e infectologistas ena capacidade de atendimento em UTI da cidade. Hoje, está com 50%, porém, se chegar a 90%, as restrições serão retomadas. A situação será avaliada dia a dia” comenta.

Gaspar ainda reforma a importância dos cuidados, “É preciso que a população não saia sem necessidade, pois a preocupação em primeiro lugar é com a vida, mas caso haja necessidade de locomoção, que todos os cuidados recomendados sejam tomados, inclusive o uso de máscara”, explica.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar