Como empreender no setor de alimentação?

O ramo alimentício é um dos setores que mais cresce no Brasil. A rotina atarefada e dupla jornada faz com que os momentos em casa fiquem cada vez mais escassos.

Nas grandes cidades, onde não há tempo a perder, os longos trajetos de ida de casa para o trabalho ou volta e o dia a dia agitado deixa pouco prazo para a cuidar da alimentação.

Com a agitação moderna dos grandes centros e com a mudança de hábitos alimentares do brasileiro surge um segmento de mercado que vem se expandindo consideravelmente nos últimos anos: alimentação fora do lar.

Segundo dados do IBGE, as famílias de áreas urbanas gastam até 31% no total de despesas com alimentação fora do domicílio.

Sendo um gasto considerável e com tendência de crescimento ainda maior, esta é uma ótima oportunidade de negócio. Contudo, para ter uma melhor chance de consolidação neste segmento é importante se especializar e se manter atualizado sobre as tendências do setor alimentício.

Segmentos da alimentação para investir

Se você não sabe ainda quais tipos de negócios existem dentro do setor da alimentação, veja uma lista que separamos com opções que estão em alta:

Publicidade
  • Alimentos congelados – Alia praticidade e agilidade ao sabor da comida caseira. É uma excelente alternativa para os pratos industrializados;
  • Fast-food – Comida de preparo rápido. Ainda é uma boa pedida para o mercado alimentício desde que se crie um diferencial;
  • Refeições prontas (Marmitex) – Oferece ao consumidor praticidade a baixo custo;
  • Food truck – Tem a vantagem do deslocamento/ mobilidade. É possível atender diferentes locais e participar de eventos;
  • Franquias de alimentação – O mercado de franquias cresceu muito nos últimos anos, entre outros fatores, devido a segurança que apresenta ao empreendedor, já que os riscos do investimento são previstos pelo franqueador.

Burguers em Brasil: fique atento também ao universo dos hambúrgueres e cervejas artesanais, esses dois nichos estão crescendo bastante no interior do país.

Como inovar no setor da alimentação?

É importante frequentar diversos lugares para provar sabores, analisar formas diferentes e eficientes de servir o alimento e também outros elementos para continuar a inovar neste setor. 

Frequentar feiras e fazer viagens para conhecer culturas diferentes são algumas boas formas de aprender novas maneiras de tornar o processo mais eficiente.

Alimentação natural – Este setor cresceu em importância e é apontado como uma das preocupações do brasileiro. Refeições naturais como saladas em pote, legumes cozidos no vapor, alimentos integrais, frango grelhados e frutas estão entre as prioridade, etc.

Em alguns centros empresariais, startups levam frutas já descascadas aos escritórios.

E-commerce de frutas, verduras e legumes – Kits de alimentos saudáveis são entregues em casa, sem a necessidade de deslocamento até uma feira de rua ou supermercado.

Vending machine – São as lanchonetes de parede. Os produtos são preparados na hora por um funcionário por trás de uma grande vitrine que é abastecida por itens frescos. Após o pagamento, o cliente retira o produto através de uma porta.

Comida artesanal para bebês – Papinhas industrializadas possuem diversos tipos de corantes e conservantes em sua composição. A comida artesanal se apresenta como uma opção de alimentação saudável para os pequenos.

Açougue vegano – Este tipo de açougue sem qualquer produto de origem animal ou derivados já começa a ganhar destaque nas principais cidades do Brasil. Nele é possível encontrar carnes vegetais, hambúrgueres, linguiça, provolone, parmesão, etc. Todos sem proteína animal.

Comida congelada para veganos – Ofereça facilidade para o consumidor, respeitando seu estilo alimentar.

Um nicho de mercado a ser explorado é o da alimentação saudável que cresce exponencialmente e traz junto uma nova tendência que é o mercado vegetariano e vegano. Mas é preciso se preparar bem para atender esse novo mercado.

Abri meu negócio e agora?

Como em qualquer empresa iniciante, é necessário pensar em estratégias para obter o sucesso e a sua manutenção em um mercado acirrado, no setor da alimentação não é diferente.

É preciso ter percepção e entendimento para buscar nichos ainda não vistos ou pouco explorados. O Sebrae pode ser uma boa fonte de informações e também de ensinamentos, caso este seja o seu primeiro investimento.

Abaixo, algumas dicas que podem te ajudar a eliminar dúvidas sobre como empreender no setor da alimentação:

  • Conheça o público que pretende atender;
  • Faça uma pesquisa de mercado para saber qual é a tendência;
  • Utilize as redes sociais para fazer marketing e apresentar seus produtos e serviços;
  • Invista em promoções;
  • Crie pratos diferenciados. Inove sempre;
  • Faça cursos para aprimoramento. Capacite-se!

Mesmo que a oportunidade bata à porta, é preciso se preparar para atender esse segmento onde o consumidor está cada vez mais exigente e bem informado. Ter uma equipe capacitada e hábil para o atendimento faz com que o cliente confie e se sinta seguro do que está consumindo.

Redação

Sobre o autor : Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal,não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo
Fechar