Como abrir CNPJ para sua empresa

Quem quer ter um negócio formalizado e lucrativo sabe que não basta apenas ter um bom produto e saber vendê-lo. É necessário também aprender como abrir CNPJ para sua empresa.

Isso porque temos quase 40 milhões de informais no Brasil atualmente. São empreendedores que estão perdendo as chances de participar de licitações e usufruir de outros benefícios importantes para o setor.

Quer saber mais sobre o assunto e aprender como abrir CNPJ para sua empresa? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Como abrir CNPJ para sua empresa?

O primeiro passo para entender como abrir CNPJ para sua empresa é entender que existem dois caminhos básicos para isso:

  • ●     o MEI;
  • ●     o tradicional.

O MEI é um programa do governo para formalizar todos os microempreendedores individuais que ganham até R$81.000,00 anuais e atuam em áreas e profissões que estão em uma lista específica e sem regulamentação prévia.

Com isso, foi possível tirar da informalidade milhões de empreendedores, aumentar a arrecadação da Previdência e garantir linhas de crédito e outros benefícios para esses profissionais.

Como o objetivo é facilitar a vida do microempreendedor e diminuir a burocracia para essa faixa, que normalmente é de baixo risco, o MEI permite que a abertura de CNPJ seja feita em poucas horas.

Além dessa modalidade, existe ainda a possibilidade de seguir o caminho tradicional, que é reservada para quem não se encaixa nas condições do MEI.

A seguir, você verá como abrir CNPJ para sua empresa seguindo os dois caminhos!

Como abrir CNPJ pelo MEI

O processo de abrir CNPJ para ser MEI é muito simples e rápido, normalmente sendo feito em poucos minutos.

Para fazê-lo, no entanto, é importante ter em mente se a atividade que será exercida se enquadra em uma das muitas atividades permitidas pelo MEI.

Para isso, basta entrar no Portal do Empreendedor e consultar todas as atividades que são permitidas para quem quer ser MEI e ver se a sua se encaixa em uma das categorias.

Em seguida, com a confirmação de que sua atividade é permitida para operar pelo MEI, é importante garantir que você cumprirá as normas determinadas pelo sistema.

Isso significa que você estará limitado a R$81.000,00 de faturamento anual, além de só poder ter um funcionário, recebendo um salário-mínimo ou o piso da categoria.

Se a situação mudar, ou seja, você começar a faturar mais ou precisar contratar mais de um funcionário, então deverá mudar de MEI para o Simples Nacional.

Depois de confirmar que cumpre os requisitos mínimos exigidos pelo MEI e que sua atividade se encaixa na lista permitida para o regime, o procedimento fica muito mais fácil.

Basta entrar no Portal do Empreendedor e clicar em Formalize-Se. Em seguida, será necessário fornecer seu CPF e seguir os passos listados pelo sistema.

Em menos de uma hora, você terá um CNPJ gerado para a sua empresa e poderá exercer sua atividade. Por exemplo, você já aparecerá na próxima atualização do CNPJ.biz e poderá fazer negócios com outras empresas ou consumidores.

No entanto, é preciso lembrar que cada cidade tem o seu conjunto de regras para determinadas atividades. Por isso, será necessário entender qual é a legislação local para o seu negócio e ver como você se adequa a isso.

Por exemplo, é necessário se cadastrar na sua prefeitura para poder emitir nota fiscal dos seus ganhos nos casos em que ela é obrigatória (como quando se vende ou presta serviços para empresas).

Como abrir CNPJ pela via tradicional

Para abrir um CNPJ pela via tradicional o processo é semelhante em estrutura ao do MEI, mas bem diferente em termos de complexidade.

Além de fazer toda a pesquisa de atividade e entender qual é o CNAE adequado para você, será necessário decidir o tratamento legal da sua empresa. As opções são:

  • ●     Empresário Individual: um CNPJ sem patrimônio separado da empresa, sem sócios e com capital social de R$1.000,00 no mínimo;
  • ●     Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): não permite sócios, a empresa tem um patrimônio próprio, separado do seu dono. O capital social mínimo é de pelo menos 100 salários mínimos;
  • ●     Sociedade de Responsabilidade Limitada (LTDA): permite ter sócios e oferece a mesma separação de patrimônio da EIRELI, mas não tem necessidade de capital social mínimo.

Com tudo definido, será necessário reunir a documentação necessária (RG, CPF, comprovante de endereço, certidão de casamento e cópia do IPTU do imóvel da empresa) e fazer o registro na Junta Comercial da sua cidade, além da Receita Federal, estadual e municipal.

O processo tende a ser um pouco mais longo e burocrático, mas pode ser agilizado se houver a contratação de uma consultoria de contabilidade especializada em auxiliar quem quer abrir uma empresa.

Aprendeu como abrir CNPJ para sua empresa? Então agora é só preparar os documentos e colocar o seu sonho em prática!

Antes disso, no entanto, deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Redação

Sobre o autor : Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal,não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo
Fechar