Comissão analisa documentação para abertura do comércio em Capivari

Equipe já recebeu mais de 120 solicitações de estabelecimentos; decisão foi tomada baseada no cenário do município que não registra nenhum caso confirmado da doença, resultado de todas as ações

A Prefeitura de Capivari, por meio da Comissão Administrativa, está trabalhando a todo vapor nesta segunda-feira (20) para analisar as solicitações dos estabelecimentos comercias do município, que já passam de 120 pedidos. Mesmo sendo ponto facultativo na cidade, a equipe está avaliando caso a caso e orientando sobre as adequações que cada estabelecimento deverá seguir para reabrir suas portas.


A decisão do prefeito, Rodrigo Proença, se deu pelo resultado positivo das ações de Saúde que vem sendo tomadas desde o início da quarentena, com a desinfecção de prédios públicos, de veículos da Saúde, da implementação de barreira sanitária na entrada principal da cidade com a Guarda Municipal, das orientações de funcionamento ao comércio essencial e também da população, levando as medidas de higiene e distanciamento, entre outras medidas, como uso de álcool em gel, máscaras e luvas.


Considerando o Boletim Epidemiológico 11, de 17 de abril de 2020, a incidência da doença no Brasil é de 160 para cada um milhão de habitantes. A DRS X, trabalha com taxa de incidência de 1% da população.

Considerando população SEADE, 2020, estabelece em Capivari 54.231habitantes. Destes a projeção de cenário é: 543 pessoas infectadas, sendo que 80% apresentarão sintomas leves (434), 15% sintomas moderados (81) e 5% sintomas graves (27), ao longo dos meses.


Atualmente, Capivari se preparou com equipamentos de saúde para atender aos munícipes (Centro de Triagem ao Coronavírus 24 horas, que permite o fluxo dos pacientes com síndrome gripal separado dos demais doentes), diminuindo assim o risco de contágio da doença. A abertura de 12 leitos exclusivo para Coronavírus na Santa Casa, além dos leitos já existentes. O contrato com  Hospital Unimed de Capivari que disponibilizou 10 leitos de UTI exclusivos Coronavírus, além dos leitos de UTI disponíveis pelo Estado via CROSS.


A equipe da Secretaria Municipal de Saúde monitora a incidência da doença e tomará medidas ajustadas aos diferentes cenários.
Até o momento, Capivari não apresenta casos positivos da doença e o decreto municipal aborda situações em que padrões de comportamento de risco para COVID-19 na população adulta serão mitigados, buscando equilíbrio entre saúde e a economia.


“Todas as ações refletem no quadro positivo que temos no município, com nenhum caso confirmado de Coronavírus até o momento.Tudo isso nos leva a flexibilizar ações, adequadas à realidade de nosso município, sem deixar de cuidar da saúde, mas também pensando em manter a economia”, disse o prefeito.

OUTRAS MEDIDAS
Os pacientes com indicação de isolamento social que passam pelos serviços de saúde pública estão sendo monitorados pela Atenção Básica e os pacientes suspeitos para COVID-19 monitorados pela Vigilância Epidemiológica.


O Centro de Triagem ao Coronavírus e o monitoramento diário de pacientes internados são termômetros que indicarão o momento de retornar ao isolamento social sem colocar em risco a saúde da população.
Sabemos que o isolamento social não é a única prática recomendada para prevenção de COVID-19, entre outras práticas estão a higienização das mãos e objetos de uso frequente, adoção de práticas complementares de higiene como  troca de roupas e sapatos ao chegar em casa e não compartilhar objetos de uso pessoal.


O Boletim Epidemiológico 11 trás a avaliação de risco como oportunidade de adaptar medidas de controle a doença à medida que novas informações se tornam disponíveis.


Ao analisar o cenário de Capivari, com nível de baixo risco, cuja medida indicada é o isolamento social seletivo básico e tem por  ação:


1. Envolvimento de toda a sociedade em medidas de higiene para redução de transmissibilidade;
2. Isolamento social de sintomáticos e contato domiciliares;
3. Distanciamento social para pessoas acima de 60 anos e
4. Distanciamento social para pessoas abaixo de 60 anos com doenças crônicas.

COMO FUNCIONARÁ A FLEXIBILIZAÇÃO
Todos devem estar em sintonia com o Decreto no. 6.993/2020 que estabelece as condutas sanitárias e de flexibilização.


Os interessados a reabrir suas portas devem ter o aval da Prefeitura e protocolar o pedido através do email [email protected].
“Estamos buscando medidas que assegurem a saúde das pessoas e também o sustento de muitas famílias, que já enfrentam sinais de uma crise econômica. Tudo isso com muita responsabilidade e claro, a conscientização e a contribuição de todos” , pontuou o prefeito Rodrigo Proença.

Veja mais notícias de Capivari no SeuJornal.com

Redação

Sobre o autor : Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal,não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo
Fechar