Capivari enfrenta dificuldades para pagar funcionários públicos

Com uma queda de 26,14% na arrecadação dos tributos, Capivari enfrenta dificuldades para pagar os funcionários públicos neste mês de maio.


A cidade vinha a meses com as contas equilibradas e agora foi afetada, como todas as demais, com uma queda, já calculada em mais de R$ 3,3 milhões.


Segundo o Prefeito, Rodrigo Proença, a cidade aguarda a chegada dos valores da Lei Complementar 173/20.O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com quatro vetos, o projeto que cria um plano de socorro financeiro aos estados e municípios por causa da crise causada pelo novo coronavírus.

A Lei Complementar 173/20 entrou em vigor nesta quinta-feira (28), após publicação no Diário Oficial da União.

A lei prevê um auxílio financeiro emergencial de R$ 60,1 bilhões, que serão transferidos imediatamente para os governos estaduais e municipais, conforme regras detalhadas na norma. Prevê também a suspensão do pagamento de prestações de dívidas a vencer neste ano, inclusive com a União. Como contrapartida, a lei prevê a contenção de despesas nos estados e municípios, como proibição de reajustes aos servidores até o final de 2021.

Publicidade

Marcos Paulo Braggion

O autor desta notícia, Marcos , é jornalista, com Registro no Ministério do Trabalho nº43.092/SP, escreve e edita diversos temas, atualmente é o Diretor do site SeuJornal. Contato: [email protected]
Botão Voltar ao topo
Fechar