Artigos

Dia Nacional da Luta Contra a Violência à Mulher

No dia de combate à violência contra a mulher, se faz imprescindível que a sociedade tome conhecimento da proporção desse problema que atinge todas as etnias, religiões e classes sociais.

Por se tratar de violação contra os direitos humanos o fato não pode ser ignorado ou tratado de modo brando, precisa ser denunciado por toda sociedade.

Visando coibir esse perfil de agressores os Policiais Civis deste município, lotados na Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari, tem como principal ofício à investigação desses crimes, de modo a reprimir a violência contra a mulher.

Por se tratar de violação contra os direitos humanos o fato não pode ser ignorado ou tratado de modo brando, precisa ser denunciado por toda sociedade.

No ano de 2018 foram cumpridos 48 mandados de prisão pela Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari e, apesar do contínuo trabalho policial, a violência contra mulher é progressiva e iminente, sendo que até o início de outubro de 2019, ja foram cumpridos 49 mandados de prisão, superando os números de 2018.

Anualmente são registradas cerca de 700 ocorrências, além das representações por prisões, mandado de busca e apreensão e pedidos de medidas protetivas e urgência.

A taxa de feminicídio no Brasil é a quinta maior do mundo, sendo que, mais de 500 mulheres são agredidas a cada hora (site G1) e a cada 11 minutos uma mulher é estuprada ( site Unifesp).

O quadro se agrava diante de históricos de agressões de leve grau até ao feminicídio, sendo assim, se faz imprescindível que as mulheres se manifestem diante de tal opressão, buscando ajuda na Unidade Policial especializada, para que deste modo consigamos evitar mortes e tragédias familiares de maior proporção .
Não se cale . Denuncie

(19)3491-4181
Disque 100

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar